1.     O Recém-Nascido


Nos primeiros dias de vida a alimentação dos filhotes é através da amamentação pela mãe. É essencial que nas primeiras 24 horas de vida o filhote se alimente do colostro da mãe que é rico em células imunologicamente ativas, anticorpos e proteínas protetoras, funcionando como uma primeira vacina, protegendo o filhote contra várias infecções, além de ser composto também de vários fatores para o desenvolvimento do filhote como água,leucócitos, carboidratos e outros. Cerca de 15 dias após o parto, o colostro vai se transformando gradativamente em leite maduro.


Os filhotes se alimentam somente do leite materno até pelo menos a 4ª semana de vida. Após este período, os filhotes começam a comer um pouco de ração sólida especial para filhotes, rica em proteínas e demais nutrientes indispensáveis ao seu bom desenvolvimento e crescimento e pobre em amido para uma boa digestão. A partir da 6ª a semana, a tolerância do filhote pela lactose diminui progressivamente, até que há o desmame por completo.


Depois do desmame qualquer tipo de leite que contenha lactose pode causar diarreia no animal, sendo de extrema importância que seja alimentado apenas com ração. É possível agradar o filhote com frutas não cítricas, tais como: banana, maçã e melão.


Dos 2 até os 18 meses, o filhote deve ser alimentado com ração especial para filhotes e após os 18 meses, com ração para adultos à escolha do dono (atenção ao item abaixo 5. A Alimentação).




2.     A Castração


A castração é feita através de um procedimento cirúrgico no animal e tem a finalidade de evitar os dissabores provenientes da ação dos hormônios sexuais, bem como doenças. Tanto os machos quanto as fêmeas podem ser castrados por volta dos 6 meses de idade em diante.Cabe ao médico veterinário analisar o momento mais oportuno para a cirurgia e isto vai depender, dentre outras coisas, do desenvolvimento do cão. O procedimento cirúrgico é rápido e relativamente simples.


A castração dos animais de companhia é mundialmente indicada porque evita a reprodução indiscriminada dos animais e a despreocupação com o padrão da raça. Além disso, a castração reduz o odor da urina e alguns problemas comportamentais, tais como a marcação de território e dominância. Nos machos, a castração diminui o stress causado por fêmeas no cio, nas fêmeas, a alteração hormonal e de imunidade causada pelo cio. A castração precoce também traz benefícios para a saúde do animal, evitando infecções de útero, câncer de mamãe de útero nas fêmeas e de testículo nos machos. Converse com seu médico veterinário de confiança sobre a melhor idade para castração de seu cão para companhia.


Com a esterilização, é possível que o cão engorde porque a redução significativa dos hormônios sexuais faz com que o metabolismo seja alterado e isto pode contribuir para o acúmulo de gordura. A obesidade pode fazer com que o animal desenvolva diabetes, cálculos renais e problemas digestivos. Portanto, o principal cuidado que o novo proprietário deve ter com o seu cão castrado é o de controlar o seu peso para que ele não engorde demais e, consequentemente, controlar a quantidade de alimento que será oferecido diariamente e mantê-lo ativo com passeios e brincadeiras.




3.     Orientações Para Adaptação Na Nova Casa


Nos primeiros dias de contato com os novos proprietários é normal que o filhote sinta a mudança e talvez chore um pouco (principalmente durante a noite). É preciso que seus novos donos tenham paciência até que ele se adapte ao seu novo ambiente e à sua nova família.


Quando o cão muda de ambiente, tal mudança,por si só, já causa um stress natural no animal. Entretanto, o filhote costuma chegar ativo, esperto e brincalhão à nova residência.


Sempre que seu animal mostrar indisposição para comer ou brincar por mais de 24 horas, é aconselhável levá-lo ao seu veterinário de confiança para que seja avaliado e, se necessário, medicado.




4.     Vacinação, Vermifugação E Controle De Ectoparasitas


As vacinas para cães podem se apresentar em forma de Vacinas Polivalentes, ou seja, são compostas por diferentes tipos de agentes e previnem ao mesmo tempo diferentes moléstias dos cães como: Cinomose, Parvovirose, Adenovirose e Parainfluenza, Coronavirose e Leptospirose; ou em vacinas compostas de um único agente e que previnem contra a doença por ele causada,como a Raiva, a Giárdia, Gripe e a Leishmaniose.


Para serem vacinados, os cães devem estar livres de qualquer tipo de doença e com controle de parasitas internos e externos observados, sendo recomendada a consulta veterinária antes do início do calendário vacinal.


Além do colostro, para que o animal tenha um bom sistema imunológico, é necessária a aplicação de algumas doses de vacina,conforme a tabela abaixo:


 

IDADE

POLIVALENTE

ANTIRRABICA

45 dias

1ª dose

-----

21 dias apos a última aplicação

2ªa dose

-----

21 dias apos a última aplicação

3ª dose

-----

120 dias

-----

uma dose

21 dias apos a última aplicação

-----

-----

21 dias apos a última aplicação

-----

-----

anualmente

uma dose

uma dose

 

As demais vacinas existentes atualmente são opcionais. Converse com seu médico veterinário de confiança sobre a indicação/necessidade de aplicação em sua região.


Após a entrega do animal e considerando o quadro acima, o novo proprietário é responsável pela vacinação de acordo comidade, as vacinas pendentes devem ser aplicadas pelo novo dono em visitas ao médico veterinário de sua confiança nos prazos acima indicados.


Além da vacina, os cães devem ser vermifugados em duas a quatro doses, sendo a primeira dose nos seus 35 primeiros dias de vida, devendo ser repetida de uma a três vezes a partir disso, com intervalos de 15 dias. A vermifugação deve ser repetida mensalmente até o filhote completar 6 meses de vida. Após isso, o vermífugo deve ser aplicado a cada 3 meses, sendo aconselhada uma dose de reforço 15 dias após a dose.


Já no que diz respeito aos ectoparasitas (piolhos,ácaros, pulgas, carrapatos, etc), que se instalam fora do corpo do cão, sugerimos que seja feito controle ambiental, com dedetizações periódicas, bem como o do próprio animal. Existem diversos produtos que fazem a prevenção do animal; eles podem ser: comprimidos (como Bravecto ou Simparic), coleiras (como Seresto ouScalibor), ou put on (como Frontline). É sempre muito importante verificar como veterinário de sua confiança qual o melhor produto indicado para utilizar em seu cão, tendo em vista que os tipos de ectoparasitas variam de acordo com a região e clima de onde moram.


O controle de ectoparasitas é muito importante, pois podem causar doenças secundárias, como babesiose e erliquiose.Não obstante, os ectoparaistas podem acometer os humanos também.


Durante um período de cerca de 6 horas após a aplicação da vacina, da ingestão/aplicação do vermífugo e do controle de ectoparasitas, é importante que o novo dono fique mais atento ao comportamento do animal. Caso haja qualquer alteração significativa no comportamento, deve entrarem contato com o médico veterinário de confiança o mais rápido possível.


Dicas importantes relativas à vacinação:


- Evite o contato do filhote com outros animais e ambientes comuns antes de ter seu calendário de vacinação completo;

- Animais saudáveis não transmitem zoonoses para as pessoas;

- As vacinas previnem contra doenças da infância e também da vida adulta do cão.REVACINE SEU CÃO ANUALMENTE;

- Animais que vivem em ambientes controlados devem ser vacinados, pois estão expostos a doenças tanto quanto cães que têm acesso à ambientes externos como praças e parques;

- A vacinação melhora a resposta imunológica do cão e previne o aparecimento de doenças infectantes, mesmo assim, os animais vacinados não devem permanecer em ambientes com animais doentes;

- Não medique seu cão sem consultar um Médico Veterinário antes;

- Se possuir vários animais, tente vaciná-los juntos;

- Ao introduzir novos animais no ambiente, vacine-os antes.


Todas as recomendações devem ser confirmadas com o médico veterinário de confiança.




5.     A Alimentação


O filhote é alimentado no canil com ração super premium. É fundamental que o novo dono ofereça ração de qualidade super premium também. As rações indicam em seu verso a quantidade indicada para o filhote e geralmente levam em conta a idadeXpeso. Vale lembrar que cada cão possui um metabolismo diferente e praticam atividades diferentes. A indicação fornecida no saco da ração é um norte para que possamos encontrar a medida certa para o filhote, que pode ser mais ou menos do que o indicado. Filhote saudável não é aquele nem muito magro nem muito gordo. Sempre que tiver dúvidas sobre a ração, sua quantidade, etc, não hesite em falar conosco ou com o veterinário de sua confiança.


Caso opte por não manter a mesma ração oferecida no canil, o novo dono deverá fazer a troca gradativamente, por ração super premium de marca de sua escolha, de modo que o animal praticamente não sinta a mudança.


Para fazer a troca da ração, o novo dono deve oferecer uma mistura de 80% da ração antiga com 20% da nova ração.Gradativamente deverá diminuir a ração antiga e aumentar proporcionalmente anova até que a troca esteja finalizada. Para que a troca seja segura e satisfatória, não deve ser concluída antes de 10 dias.


Os filhotes devem receber sua refeição de 2 a 3 vezes ao dia, em horários específicos.


Caso o animal não se acostume com a nova ração, o novo dono deve voltar a oferecer a ração antiga e aguardar não menos do que 30 dias para tentar uma nova troca.


Recomendamos com bastante ênfase não oferecer restos de comida ao animal, tendo em vista que os alimentos diferentes da ração específica podem causar diarreia e outros problemas de saúde.


Caso queira agradar o filhote, o novo proprietário pode, sob sua responsabilidade, oferecer uma pequena porção de agrados(ração umedecida ou petiscos).


O novo proprietário poderá oferecer também frutas em porções moderadas. O site “Cachorro Verde” traz muitas informações sobre as frutas e outros alimentos que podem ser oferecidos aos cães. Vale apena visitar e passar algumas horas explorando o site: https://www.cachorroverde.com.br/frutas/.


A água deve ser mantida sempre limpa e fresca,mesmo que ainda tenha na vasilha, deve ser trocada.




6.     Aprendendo A Usar O Banheiro No Local Correto


Os filhotes não possuem uma boa capacidade para segurar a urina e as fezes, portanto, por muitas vezes, acabam fazendo as necessidade no local onde estão quando lhes dá vontade.


Existem diversos vídeos que ensinam os novos donos a ensinarem o cãozinho a fazer as necessidades no local correto.Selecionamos alguns para que possam assistir:

https://www.youtube.com/watch?v=DwMVMRuUv9k

https://www.youtube.com/watch?v=CKU20wQRq0g

https://www.youtube.com/watch?v=LCyqPcz37oM

https://www.youtube.com/watch?v=DhMiMQT7hr4

https://www.youtube.com/watch?v=ydMI6hQpQZI




7.     A Higiene E O Banho


Recomendamos que não sejam dados banhos nos filhotes em pet shops até que o ciclo de vacinação esteja completo.


Caso o novo proprietário queira dar banho em sua própria residência, sugerimos seguir os seguintes passos, com muita calma e cuidado: 


1º)  antes de iniciar o banho, as unhas devem cortadas para evitar acidentes com as unhas afiadas dos filhotes;


2º)  o filhote deve ser colocado próximo a uma bacia ou tanque próprio para banho (com água aquecida) e ter seu corpo molhado aos poucos com o chuveirinho antes de passar o xampu próprio para filhotes;


3º)  passado o xampu, o rabo, as costas, a barriga e as patas devem ser esfregados com cuidado e enxaguados devagar com água em temperatura ambiente ou morna. Este procedimento deve ser repetido 1 vez;


4º)  a cabeça deverá ser limpa com paninho umedecido próprio para animais ou para bebes. Caso preferir, pode umedecer as mãos com água corrente e passar uma pequena quantidade do xampu. Com muito cuidado, evitando que caia água nos olhos e ouvidos, a cabeça será enxaguada.


5º)  caso o dia esteja bem quente e o banho seja dado pela manhã, o filhote pode ser secado com 2 ou 3 toalhas de banho. O próprio clima quente terminará de secá-lo. Caso o dia esteja quente, mas não a ponto de terminar de secar os pelos e a pele do animal, o secador de cabelos deverá ser usado da seguinte maneira: deixe os ecador ligado em um ambiente fechado e somente depois leve o filhote para o ambiente. O secador deve ser deixado a uma distância mínima de cerca de 80cm do animal para evitar de queimar seus pelos e sua pele.


Procure acostumar o filhote a sempre ser escovado e escove-o pelo menos uma vez por semana. A escovação retira os pelos mortos e ajuda a manter os pelos limpos.


Os ouvidos devem ser limpos superficialmente com um pouco de algodão. Caso o animal apresente muita cera com cor muito escura e consistência pastosa, leve-o ao médico veterinário de sua confiança.




8.     O Comportamento E Primeiros Passeios


O Staffbull é um cão extremamente sociável com pessoas. Sugerimos que o filhote seja apresentado a diversas pessoas tão logo seja possível o contato, desta forma, tenderá a ser receptivo com todas as pessoas em passeios e visitas em sua residência. Inclusive recomendamos que antes que esteja liberado para passeios na rua, você possa passear com seu Staffbull no colo após a 2ª dose da vacina múltipla, para que conheça lugares,cheiros, sons e pessoas.


É interessante acostumar seu filhote em casa,antes de passear na rua, com a coleira/peitoral/enforcador que fará seus passeios.Assim ele não estranhará quando efetivamente puder passear.


Após 15 (quinze) dias da 3ª dose da vacina múltipla seu filhote estará liberado para passeios. Os primeiros passeios devem ser tranquilos e com estímulos positivos (petiscos, ao lado de algum cão que goste de passear e se comporte bem durante os passeios). Considerando que você tenha passeado com ele no colo como orientado acima, ele estará bem preparado para seus primeiros passeios no chão, sem se assustar com lugares, cheiros, sons e pessoas.


A interação do Staffbull com outros animais deve ser sempre supervisionada e as brincadeiras controladas para que não ultrapassem limites – latidos, rosnados, mordidas e encontrões. É extremamente indicada a socialização do staffbull desde filhote com cães confiáveis e amistosos,bem como a castração de exemplares para companhia na juventude.


Os Staffbulls são cães muito fortes, alegres e leais. Recomendamos que seja estabelecido um vínculo saudável entre tutor e cão o mais cedo possível de tal sorte que haja respeito incondicional entre ambos.




9.     Condicionamento Físico


Os filhotes de 8 a 12 semanas costumam andar desengonçados, com patas grandes e flexíveis, isto porque suas articulações ainda não estão 100% formadas. Desta forma, é necessário controlar as atividades físicas e brincadeiras neste período, para que se desenvolva corretamente. Grandes saltos, quedas, escorregões em pisos lisos e corridas (longos passeios) provocam impacto entres ossos e podem causar lesões nas articulações dos filhote.


Por este motivo, temos algumas recomendações que podem evitar grandes lesões irreversíveis ao seu cãozinho:


- façam um condicionamento físico básico até pelo menos 6 meses de idade;


- evitem brincadeiras agitadas demais e com obstáculos;


- comece os passeios com caminhadas breves de 5 a 10 minutos e lentamente vá aumentando os minutos semana a semana. Não recomendamos caminhadas mais longas do que 30 minutos para cães com menos de 6 meses;


- evite saltos longos e altos até pelo menos 18 meses de idade. Para que haja segurança em atividades com saltos, faça treinos de curta duração com saltos baixos e curtos a partir dos 6 meses para que quando atingir uma maturidade óssea mais segura, aos 18 meses, tenha-se um cão com musculatura e estrutura preparadas e condicionadas, evitando assim alguma lesão.


Caso decida fazer atividades esportivas com seu cão, consulte-nos para acompanharmos e darmos dicas e/ou consulte um veterinário de sua confiança.


Nós do Canil Super Ação Staffs desejamos que sejam muito felizes com o novo membro da família!



, 24/05/2020

Ninhadas

Zeus   Lana

Zeus x Lana

Previsão: 10/11/2020

  Conheça

Zeus x Lana

Previsão: 10/11/2020
Machos: 0
Fêmeas: 0
Disponíveis: 0